Por Larissa Noguchi (SECOM)
Foto: Marcelo Seabra / Ag. Pará

O Mapeamento do Ecossistema de Empreendedorismo e Inovação do Estado do Pará – o Ecossistema Pará – foi lançado, oficialmente, nesta segunda feira (03) no site do programa StartUP Pará, da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Educação Profissional e Tecnológica (Sectet).

A iniciativa é parte do Programa StartUp Pará e consiste em uma base de dados na internet para empreendedores, com a finalidade de mapear as Instituições de Base Tecnológica, ICTs (Instituições de Ciência e Tecnologia), Instituições de Ensino, Parque de Ciência e Tecnologia, Incubadoras, Startups, Aceleradoras, Empresa Júnior, Investidor e Hubs de inovação e demais empreendimentos que envolvam inovação tecnológica.

Coordenadora de planejamento da Sectet, Maria Trindade explicou que o Ecossistema Pará vem para melhorar as políticas de incentivo para este setor.

“Ciência, tecnologia e informação são fundamentais para o desenvolvimento e crescimento econômico além de gerar renda e melhorar a qualidade de vida das pessoas. Nós não temos uma base de dados para mapear ações concretas de políticas públicas voltadas para isto, então, é nessa perspectiva que esse mapeamento vem trabalhar para servir de direcionamento para novas políticas públicas”, salientou a representante da Sectet.

O mapeamento quer gerar um diagnóstico do cenário de inovação e empreendedorismo, para a promoção de um ambiente favorável à inovação e criatividade com geração de emprego e renda. Para participar do mapeamento, o empreendedor ou representante de startups precisam entrar no site do programa StartUp Pará e preencher um formulário.

Secretário da Sectet, Carlos Manheschy falou sobre a iniciativa. “O progama é parte das ações que buscam tornar o Pará um ecossistema amigável para empreendedores. O projeto é estratégico para apoiar nossas decisões, tão necessárias para as políticas públicas”.


Fábio Mendes criou aplicativo sobre saúde de criançasFoto: Marcelo Seabra / Ag. Pará

Para Fábio Mendes, que trabalha com tecnologia e informação há 10 anos, todos os programas que incentivam o crescimento das iniciativas tecnológicas são fundamentais para a aceleração e crescimento de empresas da área tecnológica.

“Você vai em um banco, por exemplo, é difícil conseguir um crédito pois não tem crédito para startup. Então, todos esses programas são muito importantes para gente. O governo precisa estar integrado com esse tipo de novas empresas, se isso acontece, há o senso de integralidade”, ponderou o empreendedor.

Recentemente, a empresa de Fábio Mendes lançou um aplicativo chamado Pimpo, que tem o objetivo de guardar dados sobre a saúde das crianças. A plataforma permite que pais e médicos possam deixar registrados informações sobre consultas, medicamentos, calendário de vacina e detalhes sobre os filhos. Tudo isso para deixar as informações arquivadas de maneira mais prática e à mão no celular, informou o empreendedor.

SERVIÇO

Para ter acesso ao Ecossistema Pará basta entrar no site e preencher o formulário  disponível até o final de agosto.

Conheça e participe do Ecossistema Pará aqui.